QUAL A IMPORTÂNCIA DA HUMANIZAÇÃO HOSPITALAR? CNPH




Por • 28 de Novembro de 2016 • Sem Comentários

A humanização hospitalar é um dos assuntos de maior importância dentro da área da saúde por atingir diretamente aos usuários das unidades médicas. Essa discussão, bastante comum à rotina de médicos, enfermeiros e outros profissionais, já foi considerada como um procedimento simples, ainda assim se manteve como o centro de muitas conversas e debates.

Afinal, por ser responsável pela amenização de parte do sofrimento dos pacientes, o tema merece muita atenção e entendimento dos profissionais que estão envolvidos e que podem aplicar tal conceito em seu dia a dia.

Neste artigo, abordaremos algumas das principais questões sobre a humanização na saúde a fim de demonstrar sua importância e real necessidade para o desenvolvimento de um atendimento excepcional.

 

humanizacao-hospitalar

 

O que falta no atendimento médico hospitalar

Sabe-se que adoecer é um dos momentos mais críticos na vida do ser humano independente da gravidade da doença ou se a vida do paciente está sendo, ou não, ameaçada.

O que muitos não sabem, entretanto, é que profissionais competentes e bem treinados são amplamente capazes de diminuir a ansiedade e o medo no outro, proporcionando-lhe uma experiência menos traumática, mais segura e confortável, por exemplo.

Um ambiente acolhedor, repleto de profissionais humanos, dispostos a responder as dúvidas do paciente com sinceridade e paciência, concedendo-lhe todas as informações e orientações pertinentes e que, também, não subestimem sua capacidade de discernimento são elementos fundamentais dentro das discussões sobre humanização na saúde.

Infelizmente, muitas pesquisas realizadas em hospitais e outros segmentos desta área revelam uma grande insatisfação. O número de pacientes e familiares que reclamam da assistência e do atendimento recebido nestes ambientes é alarmantes!

Há que se levar em conta, inclusive, que a maioria dos usuários não possui competência suficiente para avaliar os materiais e equipamentos médicos disponíveis nestes ambientes, sendo as avaliações, sobretudo, a respeito do atendimento.

As principais reclamações demonstram que a humanização hospitalar está longe de ser uma verdade em boa parte dos lugares. Descaso, falta de informações, desrespeito e desatenção com os pacientes são os tópicos mais apontados e que precisam urgentemente de melhorias.

 

Como humanizar?

 

humanizacao-hospitalar-enfermeira

 

Um dos principais motivos responsáveis pela falta de humanização hospitalar é o entendimento de que o paciente é apenas um organismo vivo formado por células e órgãos, ou seja, exclusivamente um ser físico, deixando o emocional de lado.

Quando se menosprezam os sentimentos de uma pessoa, apenas parte da excelência do atendimento pode ser alcançada.

Portanto, mesmo que os problemas do paciente sejam devidamente resolvidos, sua doença tratada e sua saúde restabelecida, o sentimento de insatisfação com a unidade permanecerá se o atendimento não for humanizado ao longo de todos os procedimentos.

Sendo assim, é importante que todos os profissionais da área entendam que a humanização hospitalar acontece, de fato, quando a defesa pela vida é combinada a outros padrões que valorizam a relação com os pacientes.

É necessário mudar a cultura organizacional dos hospitais, além de buscar de modo mais determinante pelas bases humanísticas dentro da medicina, é o caminho certo para que a humanização na saúde aconteça.

 

Estabelecendo a humanização na saúde

Outro ponto que deve ser considerado para o estabelecimento da humanização hospitalar é o treinamento que prepara todos os profissionais da saúde para lidar com as emoções não só dos pacientes, mas também de seus familiares e amigos.

Ouvir, compreender e criar um relacionamento baseado no respeito e na ética nestes ambientes são práticas que precisam ser valorizadas!

Essa capacitação deve, ainda, estabelecer políticas institucionais que se preocupem com a sensibilização dos profissionais e que estimulem o uso de tecnologias mais leves, voltadas para o suprimento das necessidades básicas dos pacientes, garantindo um atendimento rápido e eficiente.

A preservação da liberdade e da dignidade do usuário também deve ser um dos focos principais para que a humanização na saúde seja possível.

Gostou do conteúdo abordado por este artigo? Deixe um comentário contando quais são os principais fatores que você leva em conta na hora de avaliar a humanização hospitalar! Aproveite ainda para ler “Como manter o equilíbrio do estresse na área da saúde”, outro texto que contribui muito com este assunto!

Até breve!

 

Categoria:Área da Saúde

CNPH

Presente no segmento médico-hospitalar desde 1994, a CNPH oferece a seus clientes produtos e serviços de alta performance, tecnologia, inovação e conceito, tendo como objetivo o auxílio de profissionais de diversas áreas da saúde, na escolha de produtos e equipamentos necessários para o atendimento do paciente com total segurança.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

EnglishPortuguês