COMO CUIDAR DOS RESÍDUOS HOSPITALARES?




LOGÍSTICA REVERSA: COMO CUIDAR DOS RESÍDUOS HOSPITALARES?

Por • 20 de Dezembro de 2016 • Sem Comentários

Para atender as necessidades relacionadas à saúde e segurança dos pacientes, hoje em dia, os hospitais oferecem uma grande diversidade de produtos. Contudo, cada ação gera resíduos hospitalares que devem ser descartados de forma adequada, visando cuidados específicos que protegem as pessoas e o meio ambiente.

Por isso, é fundamental entender o que fazer com estes resíduos. Dessa forma, hoje, vamos mostrar como você pode cuidar dos resíduos produzidos no hospital e seguir as orientações de sustentabilidade e logística reversa.

resíduos hospitalares

O que é logística reversa?

Segundo definição do Ministério do Meio Ambiente, a logística reversa é:

“Um instrumento de desenvolvimento econômico e social caracterizado por um conjunto de ações, procedimentos e meios destinados a viabilizar a coleta e a restituição dos resíduos sólidos ao setor empresarial, para reaproveitamento, em seu ciclo ou em outros ciclos produtivos, ou outra destinação final ambientalmente adequada”.

A logística reversa (LR) é realizada para o recolhimento e reaproveitamento de todos os materiais que tiveram seu ciclo produtivo finalizado.

Ou seja, a LR faz exatamente o oposto da logística tradicional, ganhando espaço em diversos setores, especialmente na área da saúde, em função da preservação ambiental e da produção sustentável.

Através da logística reversa, é possível gerir os resíduos que são produzidos dentro do âmbito empresarial e também hospitalar, já que grande parte dos serviços requerem cuidados específicos, preservando não apenas o meio ambiente, mas também, a sociedade.

Resíduos hospitalares:

De acordo com a Lei Federal 12.305/ 10, todas as empresas que geram resíduos perigosos devem obter um Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos (PGRS), com o objetivo de documentar como são realizados o gerenciamento e o descarte dos resíduos.

resíduos hospitalares

No entanto, quando se trata de uma instituição hospitalar, o CONAMA e a Agência Nacional de Vigilância Sanitária determinam que os resíduos sejam cuidados de forma adequada.

Com isso, é importante seguir algumas etapas para que o tratamento cumpra as exigências destes órgãos:

  • Gerenciar todos os resíduos e fazer a gestão de estoque;
  • Reconhecer os resíduos recicláveis;
  • Realizar projetos visados para logística reversa, enfatizando a sustentabilidade;
  • Obter licenciamento junto aos órgãos CETESB, Anvisa e IBAMA;
  • Destinar de forma sustentável todos os produtos e resíduos existentes no ambiente hospitalar;
  • Fazer estudos que visam a redução considerável de custos nesta gestão.

Siga a política da logística reversa

É fundamental para qualquer empresa, identificar os materiais descartáveis que não possuam mais utilidade para a instituição, impedindo a reutilização dos mesmos e tratar estes resíduos a fim de impedir que ocorram contaminações que coloquem a saúde em risco.

O importante é seguir determinadas ações que objetivam uma melhoria no sistema de resíduos voltada para a qualidade de processos, saúde, meio ambiente, responsabilidade social e a segurança das pessoas: isso ocorre quando a aquisição de produtos hospitalares é realizada através de uma empresa que segue a política da logística reversa.

Assim, os produtos atendem as necessidades exigidas pela consultoria ambiental que fornecem a identificação dos aspectos legais e ambientais que estão relacionados com os serviços hospitalares, avaliando os requisitos que cumpram as legislações.

Seguindo as orientações previstas na logística reversa e adquirindo serviços de uma prestadora que utiliza essas diretrizes, é possível diminuir o impacto causado pelos resíduos hospitalares ao meio ambiente e à sociedade, descartando todos eles de forma apropriada, agindo de acordo com a responsabilidade sustentável.

Se você deseja obter mais informações sobre a logística reversa, clique aqui.

Gostou do conteúdo abordado por este artigo? Deixe seu comentário, sua opinião é muito importante.

Aproveite ainda para ler 35° EXPEDIÇÃO NA AMAZÔNIA: CNPH & EXPEDICIONÁRIOS DA SAÚDE, e fique por dentro de mais uma expedição com o apoio da CNPH.

Categoria:Área da Saúde

CNPH

Presente no segmento médico-hospitalar desde 1994, a CNPH oferece a seus clientes produtos e serviços de alta performance, tecnologia, inovação e conceito, tendo como objetivo o auxílio de profissionais de diversas áreas da saúde, na escolha de produtos e equipamentos necessários para o atendimento do paciente com total segurança.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

EnglishPortuguês